segunda-feira, 11 de julho de 2011

Pretérito Imperfeito


Não,não quero seu coração!
Seus afetos infundados,
Oferecendo sinceridade,
Vi tua insensibilidade...
Palavras?
De que me valem elas?
Se desprovida de sentimento estão?
Á procura da tua cura,encontrei minha loucura,
E agora? o que fazer?
Na insanidade de meus pensamentos,
Busco abster-me de você.
Adeus,adeus você...
Despeço-me friamente,pois é assim,
Só assim que irás entender a despedida.
O fim poderia doer menos,e você?será que sente?
A dor que sente é invenção,e tudo em você é ilusão
E você,será que pode me ouvir?você sente?
Agora,será que sente?
Quem sou eu,além da pefeição?
Tenho vida,sinto dor,eu tenho meus fantasmas...
Apenas quis te proteger,encobri-me por você.
E você?me entende?agora pode perceber?
Adeus palavras vãs,
Adeus sentiemntos infundados.

L.L.J.

10 comentários:

  1. adoreeei o blog e estou seguindo!!


    qnd tiver um tempinho, de uma passadinha no meu?


    bjooos

    http://cabecafeminina.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Lindo o poema, é seu????
    O amor tem dessas coisas: as vezes machuca, as veses renova.

    http://atras-dos-olhos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Lane, procure misturar menos os pronomes (tu, você) e a prosa com a poesia. Sempre digo o que já li: poesia é cortar palavras. Busque fugir às rimas esperáveis; faça, inclusive, o exercício de poemar sem rimas. Opte por frases nominais, sem verbos, para dizer apenas o essencial. Você tem muito talento e creio que é só questão de exercitar e amadurecer um pouquinho mais a forma da escrita. Beijos e muito sucesso!

    ResponderExcluir
  4. Palavras sem sentimento ferem e sentimentos falsos magoam. A despedida pode doer mais em nós do que nessa pessoa, sem dúvidas.

    Boto fé nessa moça aí de cima, Lane, vc já tem o dom, basta aprimorar.

    Estarei sempre aqui quando puder. (:

    Obrigada pela visita,
    beijos,

    Fallen Angel
    drl-life-essence.blogspot.com


    Obrigada por sua visita (=

    ResponderExcluir
  5. ai o amorrrr
    é bom, mas as vezes é mau hehehe

    ResponderExcluir
  6. Alguem pisou na bola... Adios...

    XD

    Senti sua raiva lendo o.. hã.. sou burra então não tenho certeza se é poema, verso ou prosa.... Mas acho que independente do que "seja" o importante é ele causar o impacto desejado. Nesse caso, a indgnação de uma realção que fora uma mera ilusão cheia de "vazios"...

    Adorei o blog viu?
    O meu é tipo BEM DIFERENTE,mas se puder passa lá! XD

    http://blogkawai2.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. É um poema bonitamente dolorido...
    abçs,

    ResponderExcluir