domingo, 7 de novembro de 2010

Minha doce vida...


Minha doce vida era embalada em sonhos esperançosos
Minha visão nunca atrapalhou o enxergar além...
Por que você apagou as luzes?
Não consigo mais enxergar o meu caminho
Onde está tudo o que quis acreditar?
Minha doce vida, agora se foi...
De amarelo quis pintar a palidez,
Via cores onde havia apenas breu,
Deixei flores por onde passei,
Esmigalharam suas pétalas...
Agora só resta a fragrância de uma beleza morta...
O vestígio do que um dia já viveu...
E minha doce vida deixou de ser o que nunca foi,
Doce...


L.L.J.

6 comentários:

  1. oi.... vi seu blog numa comu de divulgação de bLogs no orkut
    topas uma simples parceria ???
    vc segue meu blog e eu sigo o seu...
    http://www.pojucaonline.com.br/
    pode ser ??

    se for me seguir deixa um recado avisando com seu link q eu retribuo

    abraços

    ResponderExcluir
  2. legal gostei....

    http://universovonserran.blogspot.com ---- trilha sonora --

    blog premiado indicado pelo jornal Destak

    sigo e comento quem seguir e comentar

    ResponderExcluir
  3. Olá,

    Que poema mais sublime...profundo, inquieto!!!

    Com certeza, te sigo!

    ResponderExcluir
  4. Puxa vida... meio deprimente seu texto...Tomara que não seja realidade, só um texto inspirado num momento ruim...

    ResponderExcluir
  5. Olá! Parabéns pelo seu Blog!
    Já estou lhe seguindo!
    Aproveitando também para divulgar os meus Sites...
    Siga-me também!
    Tem Sorteio de natal por lá!
    http://www.martas-bgfs.com (Templates personalizados para Blogs)
    http://www.brilhosgifs.com (Gifs para Orkut e enfeites para Blogs)
    Abraços,
    Marta.

    ResponderExcluir
  6. É triste. Mas nem tudo são flores e a tristeza serve como grande fonte de inspiração. Gostei desse também!

    ResponderExcluir